Promovendo a Unidade como fruto do Chamado

Efésios 4.1-6

Introdução:

– Exemplos de Vocação (ou Chamado): Prefeito e vereadores.

Vocações diferentes. Interdependência para um bem comum. Quando uma das partes falha, quem perde é o todo.

Assim é também com todas as demais vocações. Nesse sentido, não existe vocação menos importante. Todas são necessárias para o bom funcionamento da sociedade, das organizações, empresas, e também da igreja de Cristo, visível e invisível.

O resultado de nossas vocações sendo bem desempenhadas vai trazer um verdadeiro sentido de unidade. No caso da sociedade, prefeitos e vereadores fazendo o que tem que fazer.
Ah, não se esqueça. Toda a população fazendo TAMBÉM o que precisa, elegendo com clareza e consciência, e por que não dizer, pagando seus impostos para que haja recursos a disposição do prefeito.

É Como uma máquina onde todas as partes funcionam bem, com o mínimo atrito, pois estão bem azeitadas, engraxadas. UNIDADE é preciso.

Portanto, falta de Unidade é sinal de que algo não vai bem com o desempenho da vocação, em um das partes envolvidas, em muitas, ou em casos extremos, em todas elas.

Vamos refletir sobre unidade. Unidade que é resultado do nosso chamado particular.

Efésios 4
Como prisioneiro no Senhor, rogo-lhes que vivam de maneira digna da vocação que receberam. 2 Sejam completamente humildes e dóceis, e sejam pacientes, suportando uns aos outros com amor. 3 Façam todo o esforço para conservar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz. 4 Há um só corpo e um só Espírito, assim como a esperança para a qual vocês foram chamados é uma só; 5 há um só Senhor, uma só fé, um só batismo, 6 um só Deus e Pai de todos, que é sobre todos, por meio de todos e em todos.

1. A unidade é fruto de uma vocação digna
• Paulo começa pelo exemplo dele, preso, por causa da dignidade com que vive sua vocação
• dignidade não tem a ver com Status, tem a ver com integridade do chamado. Fidelidade ao chamado (klesis), a vocação.
• a dignidade reflete o chamado e não a pessoa que foi chamada
• é preciso viver de forma digna para corresponder adequadamente a razão para qual fomos vocacionados
• É assim, ou deveria ser assim, com prefeitos e vereadores, não?
• Mas vamos olhar para o contexto que estamos inseridos agora. Paulo esta falando aos Cristãos de Éfeso. Esta falando a cada um de nós.
• Pergunta: Estamos vivendo de maneira digna do nosso chamado? O que isso significa pra você?

2. A unidade só é possível no amor (ágape)
• amor de 1 Co 13 – amor da mesma qualidade demonstrada por Cristo
• Somente o amor gera gera, sustenta, promove e possibilita que tenhamos as atitudes necessárias para manutenção da UNIDADE em torno do nosso chamado
o Completamente humildes e dóceis – em resumo, tenha o outro em mais alta conta, considere-o acima de você, dê preferência;
o Filipenses 2.3: 3 Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos.
o Pacientes, suportando uns aos outros – não é aguentando a chatice do outro (também é), mas principalmente promovendo ações que permite ao outro se desenvolver; sofrendo juntos, trabalhando lado a lado, se um cair a Unidade fica prejudicada, portanto faz todo sentido SUPORTE ao outro; ele é parte do mesmo que você;
• PERGUNTA: Voce conhece o amor ágape? Como você entende esse amor na prática?

3. A unidade existe quando Paz é uma prioridade
• Como ja foi dito Paz não é simplesmente ausência de guerra, mas completo bem-estar;
• A orientacão de Paulo é para ser ativos na promoção da paz
• Portanto, não se trata apenas de ser legal e evitar as confusões, evitar brigas, significa trabalhar pela paz
• A idéia do texto é que a paz funciona como juntas e conexões da UNIDADE. Como seu joelho unindo sua pera ou seu cotovelo, unido o braço, ombros, pescoço, unido a cabeça ao corpo. Se a paz não é promovida, a UNIDADE é imediatamente comprometida, e pode ser rompida, as vezes de forma drástica.
• PERGUNTA: Voce é um promotor ativo da paz? Compartilhe experiências positivas e/ou negativas em relação a esse tema.

4. A unidade na igreja (ou no chamado) acontece quanto todos olham para aquele que NOS UNE
• Nessa primeira parte do capítulo 4, Paulo conclui com algo vital. Ele estabelece a razão e a forma pela qual a UNIDADE é possível, no fim das contas: CENTRALIDADE EM CRISTO
• 4 Há um só corpo e um só Espírito, assim como a esperança para a qual vocês foram chamados é uma só; 5 há um só Senhor, uma só fé, um só batismo, 6 um só Deus e Pai de todos, que é sobre todos, por meio de todos e em todos.
• CORPO E ESPÍRITO: Não somos um monte de pequenas igrejas dentro da igreja local, grupos pequenos não são a igreja, são parte, grupos de afinidade não a igreja, são parte, amigos chegados não são a igreja são parte. Há um só corpo. E ele pertence a Cristo.
• E esse corpo tem um SÓ ESPÍRITO! É o Espirito de Deus! Senhor Soberano da Igreja que é o Corpo de Cristo. Um corpo sem o Espírito é um defunto.
• Nessa verdade está nossa esperança.
• SENHOR, FÉ, BATISMO, DEUS, PAI: Paulo junto todos os itens que normalmente geram discussões, achismos, preferências e esclarece. Há somente um. E todos apontam para a mesma pessoa. CRISTO!
• PERGUNTA: Quais são as causas mais comuns para desunião e como podemos caminhar mais unidos em uma mesma direção? Você concorda que a Unidade é uma prioridade?

CONCLUINDO:
• Como eu colaboro para Unidade da igreja?
o Sabendo que eu sou responsável pela unidade
o Recebendo do amor agape de Deus e colocando ele em prática
o Buscando conhecer o propósito da igreja de Cristo e da igreja local para juntar forças e promover a Paz
o Sabendo que não é a meu respeito, nem a nosso respeito, mas a respeito do Senhor, de Cristo e de nosso Pai, não o meu Pai apenas, mas do Pai que chamou cada um de nós para sermos partes de um só corpo, guiados por um só Espírito, com um só propósito.

Oremos:
– Por uma visão renovada do nosso chamado
– Por mais do amor de Deus em nós se tornando algo que flui em nós e a partir de nós
– Por PAZ de Deus nas nossas relações SEMPRE!
– Para que a UNIDADE seja uma marca da vida comunitária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *